Ligue para o escritório

E fale com dos advogados especialistas na sua causa.

+55 11 3386-0000

Como cobrar uma dívida? “Meu cliente não pagou. Como posso cobrá-lo?”
499
post-template-default,single,single-post,postid-499,single-format-standard,bridge-core-1.0.6,ajax_updown_fade,page_not_loaded,,qode_grid_1300,side_menu_slide_with_content,width_470,qode-theme-ver-18.2,qode-theme-bridge,wpb-js-composer js-comp-ver-6.0.5,vc_responsive

Como cobrar uma dívida? “Meu cliente não pagou. Como posso cobrá-lo?”

Como cobrar uma dívida? “Meu cliente não pagou. Como posso cobrá-lo?”

Entendo que cobrar uma dívida não é uma tarefa fácil. Atualmente, muitas empresas tem passado por questões de inadimplência por parte de seus clientes.

Vender um produto ou serviço e não receber por ele tem se tornado freqüente e é a dor de cabeça de muitos empresários no atual cenário econômico do país.

Na maioria das vezes, são as pequenas e médias empresas que mais sofrem com esta realidade e sentem na pele que isso é prejudicial para a saúde financeira de sua empresa.

Porém, fica sempre a pergunta: como cobrar o cliente que não paga?

Na verdade, são muitas as situações que levam um cliente a deixar de pagar por um serviço ou produto e deve ser feita uma analise para entender o motivo do atraso ou do não pagamento.

Nem sempre se trata de um “calote”. Por isso, conhecer bem o histórico do seu cliente pode ajudar nas tratativas de uma negociação.

Cobrar, não é uma tarefa fácil e requer conhecimento para tal, uma vez que o interesse é receber o que lhe é devido.

Como cobrar uma dívida de forma legal?

Se você já conversou por diversas vezes com o seu cliente e não houve êxito e mesmo assim, oferecendo um acordo não teve acordo, talvez a estratégia amigável não seja mais o melhor caminho a seguir.

Mas, atenção! A cobrança deve ser feita dentro da legalidade.

Não cobrar uma dívida de forma correta pode acarretar em uma ação de indenização de danos morais por parte do seu cliente.

Existem direitos e deveres que devem ser cumpridos por ambas as partes. Para isso, existe o Código de Defesa do Consumidor.


Precisa de mais orientações para realizar a cobrança de seus clientes?

Preencha o formulário, que um advogado especialista poderá te orientar.

[contact-form-7 404 "Não encontrado"]

Quais são os principais erros cometidos ao se fazer uma cobrança?

– Ameaças;

– Ligações em horários inconvenientes;

– Xingamentos e ofensas;

– Expor o cliente ao ridículo;

– Se passar por profissionais como um advogado, por exemplo, a fim de intimidar o devedor.

Estes são apenas alguns dos erros que muitas empresas cometem ao tentar receber uma dívida.

Quais são as melhores opções para se cobrar um cliente inadimplente?

Quando se esgota as possibilidades amigáveis, o melhor é contratar um advogado de sua confiança para efetuar a cobrança de forma adequada.

Ele tem o conhecimento para tratar deste assunto e receber esta dívida seguindo o que a lei determina.

Ele irá avaliar se o melhor procedimento é uma Execução Judicial, uma Ação de Cobrança ou Ação Monitória.

Esta escolha dependerá do tipo de documentação que comprova a dívida.

O que é uma Exceção Judicial (Lei 11.382/2006)?

O credor aciona o devedor através do Poder Público, no intuito de receber judicialmente o que lhe é devido, comprovando através de duplicatas, cheques, promissórias, entre outros documentos que o pagamento não foi realizado.

Estes documentos não podem ter período superior a 6 meses de vencimento.É a forma de cobrança mais utiliza.

O que é uma Ação de Cobrança?

É quando o credor não como provar a dívida ou tem apenas pouquíssimas informações a respeito, como por exemplo, um recibo ou Nota Fiscal. O processo é mais simples, porém, o mesmo é utilizado em ultimo caso, quando não há outra forma de efetuar a cobrança.

O que é uma Ação Monitória (Lei 13.105/2015, artigos 700 a 702)?

É quando títulos, cheques ou outros documentos já superaram o prazo de 6 meses de seu vencimento e o credor não recebeu o pagamento da dívida.

Não menos importante, devemos citar também a Ação Judicial de Falência, onde o juiz decreta a falência da empresa e os bens que esta pessoa tem servirão para pagar os seus credores.

Existem vantagens e desvantagens em cada uma delas e um advogado atuante na área do Direito Empresarial irá orientá-lo sobre todos os procedimentos.

Contudo, vale ressaltar que o primeiro passo é ter um contrato bem definido com as obrigações e os direitos de cada parte como forma de minimizar a inadimplência.

Se você está passando por situação semelhante e tem dúvidas, entre em contato conosco.

O escritório Chaves Advocacia conta com extremo no know how para atender as necessidades de sua empresa, elaborando um programa de acordo com a realidade do seu negócio.

william
Sem Comentários

Postar Um Comentário